close

Destaques

Destaques

Interagindo com Hamsters

hamsters-two.ngsversion.1416350481021.adapt.1900.1

Se você pegou um filhote de Hamster para criar, de início ele não entenderá você, nem você a ele, mesmo que o animalzinho já tenha recebido seus paparicos.

O Hamster recém-chegado fica entretido com os instintos dele, de animal silvestre, exercendo-os nos equipamentos da gaiola: sobe e desce escada, afia os dentes na grade e “faz esteira” na roda colorida, mal olhando para você. Depois, relaxado, ele senta e fica longo tempo coçando o corpo com o focinho ou as patas.

Você precisará entrar no mundo dele de alguma maneira, pois lembre-se, embora seja um roedor, ele é, pode se dizer o seu “minicachorro” ou seu “minigato”, apesar de a atividade dele na roda se parecer com a de um liquidificador.

Olhar para ele e repetir o nome dele em tom suave e carinhoso, repetir também um elogio como “bonitinho, bonitinho…”, fará com que ele comece a olhar para você. Ele fará isso também quando estiver sentado num canto, e você olhando-o nos olhos, começar a balançar a cabeça fazendo caretas engraçadas para ele, repetindo o nome dele.

Daí em diante, bastará você ir acompanhando mais os movimentos dele, fazendo elogios, por exemplo, quando ele estiver correndo na roda, e ele passará a fazer isso olhando para você querendo “se mostrar”, todo exibido. O ponto crucial chegará quando você se atrever a tirá-lo da gaiola e, segurando-o com as mãos em concha, e colocá-lo junto ao ombro, alisando em círculos as costas dele.

Curiosamente, ele preservará os instintos silvestres que o levam a fugir sempre que querem apanhá-lo. Então ele terá sempre que correr de um lado para outro fugindo da sua mão, até se deixar apanhar, mesmo que já goste de você e de seu carinho. Por vezes, contudo, ele ficará até de pé na grade, para chamar sua atenção. Mais, ainda vão existir momentos em que ele não vai querer aproximação e se esconderá na toca que houver ali.

Nessa etapa, entretanto, ele já terá passado a seguir você continuamente com os olhos, e procurará sempre chamar sua atenção. Vai se divertir quando você o soltar sobre um sofá, por exemplo, segurando-o com os dedos em volta da barriga para evitar que ele fuja (deixá-lo livre exige um espaço muito seguro).

Quando colocado no ombro, vai querer fazer uma “turnê” até a sua barriga ou mesmo até as suas pernas, se você permitir esse “turismo”. Mais, ainda haverá um “porém”: quando ele estiver dormindo, aconchegado no ninho de palha que ele faz para si mesmo dentro da gaiola (ele dorme muito de dia, porque é um animal noturno). Não tente pegá-lo, porque, zangado, ele poderá dar razão aos instintos silvestres e morder.

Leia mais
Destaques

Curiosidades sobre o Rottweiller

rottweiler_677825101

As suas origens são remotas e várias as hipóteses propostas. Os alemães asseguram que a raça é absolutamente germânica; segundo eles, no passado, era criada principalmente pelos açougueiros.

É indiscutível, no entanto, que se trata de um antigo boiadeiro, e não de um cão originalmente utilizado para a guarda ou a defesa, tarefas que hoje realiza com eficácia.

Embora especialistas afirmem que o rottweiler descende do boiadeiro bávaro, muitos não compartilham da mesma opinião. Este cão estava difundido na antiguidade por todas as regiões que, do cantão suíço de Allgau, estendem-se até o Nacker e Rottweil, ao sul de Württemberg; os romanos haviam estabelecido ali um importante centro militar e levado para lá um molossóide, longínquo descendente do mastim do tibet, que lhes servia para guarda e condução do gado; diz-se que este cão foi o progenitor do rottweiler. E como a criação de gado em Allgau abastecia as vastas zonas da Alemanha meridional, pode-se supor que a raça se tornou um cão boiadeiro, nos mesmos criadouros alemães.

Comportamento

Sua principal característica é ser um cão muito dominante. Não tolera outros cães e tem um instinto para a luta. A fêmea é muito mais tolerante, tem melhor integração com a vida familiar e tem um senso protetor com as crianças. Se você for assaltado, cães dessa raça entram em fúria, defendendo-lhe até o fim da briga e sem receio algum de choques ou ameaças das mais variadas.

No entanto, o Rottweiler é calmo, amigável, familiar, amoroso, tranquilo e não late muito. Conforme citado anteriormente, boa parte da personalidade da raça será formada a partir do tipo de criação que lhe for oferecida – sendo, portanto, totalmente possível condicionar um animal da raça a desenvolver mais o seu lado amoroso e de companhia. Com o treinamento adequado, também é possível juntar as melhores características da raça e ter em casa um cão extremamente afetuoso e, ao mesmo tempo, altamente protetor.

Dono de uma natureza bastante territorial, pode se tornar agressivo quando sente alguém invadindo o seu espaço – tanto com pessoas que não conhece como com outros animais (especialmente outros cachorros).

Expectativa de vida: de 8 a 10 anos

Origem: Alemanha

Personalidade: Dedicado, Boa natureza, Alerta, Firme, Seguro de si mesmo, Obediente, Calmo, Confiante, Corajoso, Destemido

Peso: Feminino: 35–48 kg, Macho: 50–60 kg

Altura: Feminino: 56–63 cm, Macho: 61–69 cm

Cores: Preto, Cor Mogno, bronzeado

Leia mais
DestaquesEventos

Vai rolar Gincana na Terra Zoo da Forquilha!

75eae9a0-1386-4928-9e26-9cf6109f0802

No dia 21 de julho, sábado, das 14 às 18h, acontecerá uma das etapas da Ginca SLZ, promovida pelos administradores das páginas de humor Sensacionalista SLZ e Ludovicenciando, em parceria com a Terra Zoo.

Uma competição complexa e cheia de surpresas. A Ginca SLZ consiste na participação de 6 equipes compostas por jovens de São Luís, onde eles passarão por provas que vão contar pontos para suas equipes. O evento começa hoje, dia 12/07, com as equipes batalhando por pontos a partir das 14h no Pátio Norte Shopping, com o Campeonato de Fifa18 e Campeonato de Paintball na arena Ultimate Paintball. Amanhã (13/07), é dia de colocar a roupa de banho e partir pra segunda etapa no Valparaíso.

No dia 21/07, as provas serão realizadas na Terra Zoo da Forquilha, no galpão anexo da loja. Serão 5 provas de tirar o fôlego: corrida de cães, jogo do faro, ataque animal e muito mais! É só escolher sua equipe e torcer por ela!

O evento também contará com o lado social, a Amada – Associação Maranhense em Defesa dos Animais estará presente com a venda de lanches, com toda renda revertida para os animais sob sua tutela.

Que comecem os jogos!

Confira mais nos perfis das redes sociais da @terrazoo e @gincaslz

Leia mais
AdoçãoDestaques

Continua a campanha de adoção virtual no ritmo da Copa!

WhatsApp Image 2018-06-28 at 16.45.56 (1)

Mais fofuras estão para adoção!Se você for maior de idade e quer adotar um novo aumigo, corre e manda uma mensagem para 98 99178 0123 (whatsapp), faça uma entrevista com a ong @caesegatosderuaslz e ADOTE AMOR, CARINHO E UMA ÓTIMA COMPANHIA!

Lembre-se, caso você passe na entrevista com a ong, você precisará ter alguns documentos em mãos no dia de buscar seu pet na Terra Zoo do Rio Anil (dia e horário a combinar com a ong): Documento com foto e comprovante de residência.

Ahhh… a Terra Zoo irá doar 5kg de ração para a ong @caesegatosderuaslz por cada cãozinho ou gatinho adotado! Uma maneira de espalhar mais e mais AMOR!
O (a) adotante irá receber um desconto para compras na loja no dia da adoção! Obaaaa.

Leia mais
AvesDestaques

Alimentos que fazem mal para os psitacídeos

psitacideos-06

Hoje em dia é muito comum as pessoas terem pássaros em casa como animais de estimação, principalmente psitacídeos, considerados muito inteligentes, interativos e carismáticos, como os Papagaios, Calopsitas, Periquitos etc…, essas aves adoram ficar bem pertinho de seus tutores, geralmente pousadas em seus ombros. Bastante curiosas, quando os donos vão comer alguma coisa, elas também querem colocar o bico, literalmente, onde não são chamadas!

No entanto, devemos nos precaver, pois muitas dessas guloseimas são um veneno para seu animalzinho. É importante conhecer as comidas que podem ser perigosas para não fazer mal à ave, mesmo que sua intenção seja apenas agradá-la.

A seguir, listo alguns exemplos dos principais alimentos que são dados frequentemente aos psitacídeos, mas que deveriam ficar totalmente fora de sua dieta.

Lista negra

Muitos alimentos exigem do dono uma atenção especial, pois podem causar sérios danos à saúde da ave. O alface, por exemplo, deve ser banido da dieta dos psitacídeos porque é um laxante e pode causar diarreia neles e até levá-los a óbito, dependendo da gravidade.

O agrião, como irrita as mucosas do estômago e do intestino, também deve ser banido. Quanto às frutas proibidas para os psitacídeos, o abacate está no topo da lista por conter altíssimos níveis de gordura, podendo ocasionar doenças hepáticas e obesidade, além de diarreia e de causar problemas nas penas, por afetar também a absorção de nutrientes.

Outros alimentos que podem trazer problemas, e que, portanto, devem ficar fora da dieta, são as folhas de batata, de tomate e de feijão, sementes de maçã e pera, bebidas alcoólicas, refrigerantes, fermentados (pães e bolos), sal e caroços de damasco, de cereja, de ameixa e de pêssego, embora as frutas sejam liberadas. Leite e seus derivados, como queijo, iogurte, requeijão, manteiga etc. também não devem ser oferecidos, pois as aves não conseguem processar a lactose no organismo, o que causa malefícios.

Café e chocolate causam hiperatividade, vômitos, diarreia e batidas cardíacas irregulares. Amêndoas, azálea, begônia, cogumelos, cebola, ervilha, salsinha, cebolinha, lírio, comigo-ninguém-pode, samambaia, também são todos alimentos tóxicos para os psitacídeos e devem ser retirados do ambiente que vivem ou frequentam.

Fonte: Cães & Cia

Leia mais
DestaquesEventos

Muitas fofuras no Arrasta Pet 2018

WhatsApp Image 2018-06-23 at 17.28.56

O Arrasta Pet 2018 foi um verdadeiro desfile de fofuras! Papais e mamães pet prepararam as fantasias de seus cães e deram show!

As brincadeiras Chute a gol e Pescaria fizeram a alegria de pessoas de todas as idades, valendo brindes como premiação.

O Concurso Rei e Rainha Caipira Pet tiveram mais de 30 inscritos, que desfilaram para o público com toda graça e alegria. Os vencedores do Concurso  para o Rei Capira Pet foi o cão Lord e a Rainha Caipira Pet foi a cadelinha Amelie!

Rei Capira Lord
Rainha Caipira Amelie

A Barraca do Lambeijo, mais uma vez foi sucesso, todos se animaram para tirar uma foto e postaram no Instagram com a #ArrastaPet2018 para concorrer a um dia de beleza no Beauty Pet Terra Zoo. O vencedor foi o cão Rabito, um lindo SRD, da mamãe Lauriana Cristina.

Além do Concurso e da Barraca do Lambeijo, o Arrasta Pet teve Pet Park, muitas delícias tipicamente juninas, vendidas pelas Ong’s de proteção aos animais, doação de gatinhos da vitrine da loja do Rio Anil Shopping, a apresentação da Quadrilha Junina Império Nordestino, que animou o público e uma inédita Quadrilha Pet, onde os cães brincaram de verdade com seus pares!

 

Leia mais
DestaquesSem categoria

Saiba como proteger seu cão contra barulho de fogos de artifício

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Em determinadas épocas do ano como Natal, Ano Novo, festas juninas e mais especificamente, Copa do Mundo, fogos de artifício são muito comuns. O que muitas pessoas não sabem é que os animais, principalmente cachorros, sofrem muito com estes barulhos. Saiba como acalmar seu cachorro contra fogos de artifício, evitando que ele se machuque gravemente ou até de uma fatalidade.

Para acalmar seu cachorro nestas situações, é necessário compreender o medo do seu animal. Cachorros têm uma audição muito sensível. Por isso, o som dos fogos, como alarmes e trovões, provocam muita ansiedade e inquietação nesses animais.

Em dias tranquilos, pode ser interessante fazer seu cachorro escutar o som dos fogos, pelo celular, computador ou televisão. Ao mesmo tempo que ele ouve o barulho, faça brincadeiras e dê petiscos. Assim, o cachorro irá associar o barulho à um momento de diversão e poderá ficar mais calmo quando os fogos acontecerem de fato.

Colocar um pouco de algodão nos ouvidos do animal pode ajudar a reduzir a intensidade do som. Outra opção é ligar o som da televisão ou do ar condicionado, isso pode ajudar a tirar a atenção dos sons dos fogos lá fora.

Deixe seu veterinário por dentro do problema. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de tranquilizantes. Além disso, eles podem indicar soluções para o problema mais específicas para o seu cachorro.

Verificar as portas de casa, colocar a guia no animal e ter uma coleira de identificação podem ser medidas essenciais para que o cachorro se sinta mais seguro. Além disso, pode evitar que o cachorro fuja com medo e se perca, podendo sentir mais medo por estar sozinho.

Truque do Pano

O truque do pano já é conhecido por muitos donos de cachorros. Enrolar um pano em volta do seu animal faz com que ele se sinta “abraçado” e seguro. Isso pode ajudar a acalmar seu cachorro contra fogos de artifício.

 

Fonte: Blog Zee Dog

Leia mais
DestaquesEventos

Não perca o Arrasta Pet 2018!

WhatsApp Image 2018-06-12 at 17.57.49

Obaaaa! O melhor arraial da cidade já tem data marcada. Então, prepare a fantasia do seu pet e marque na agenda pra não perder essa festança!

Arrasta Pet
Data: 23 de Junho
Local: Terra Zoo Rio Anil Shopping
Horário: Das 14h às 20h.

Muitas brincadeiras, comidas típicas e premiações pra você e sua família se divertirem!

ATRAÇÕES:
•Concurso Rei e Rainha Caipira Pet;
•Quadrilha Pet;
•Pet Park;
•Comidas típicas vendidas pelas ongs;
•Apresentação de quadrilha junina;
•Barraca do lambeijo;
•Doação de gatinhos*;
e muito mais…

Então, não se esqueça! No dia 23 tem festança junina com os peludinhos mais fofos da cidade!

*Lembrando que pra adotar um gatinho da nossa vitrine você deve ser maior de idade, ter em mãos RG ou outro documento com foto e um comprovante de residência atual. Ah, você também vai passar por uma entrevista rapidinha com a ong.

Leia mais
AquarismoDestaques

Dicas de alimentação para peixes ornamentais

maxresdefault

Assim como a maioria dos animais, quanto mais balanceada e diversificada é a alimentação dos peixes ornamentais, mais saudáveis eles serão e, consequentemente, mais beleza e encanto trarão para os aquários e também podem ter um tempo de vida mais longo.

Sempre que adquirir ração para peixes, é preciso estar atento em qual irá suprir as necessidades, o tipo de aquário, etc. Isso porque a eficiência de aproveitamento da ração para o máximo desenvolvimento depende principalmente de sua composição. Se a ração apresenta-se deficiente em qualquer nutriente essencial para o crescimento, como aminoácidos, vitaminas ou minerais específicos, será necessária maior quantidade de alimento para satisfazer essa exigência, tendo como consequência menor eficiência alimentar e até a perda da qualidade da água pelo excesso de ração ofertada, assim como vários outros problemas.

As fábricas de rações para peixes possuem uma imensa diversidade de formulações nutricionais, principalmente pela introdução de novas espécies no mercado da Aquariofilia. As rações mais comuns e usadas hoje em dia podem ser à base de spirulina ou proteína animal. As rações à base de spirulina são indicadas para peixes herbívoros, bem como alguns peixes marinhos como os Tangs, pois passam a maior parte da vida se alimentando de algas entre os corais.

Rações para peixes são diferenciadas por cor, sabor, odor, textura e outras características, bem como formatos para peixes que se alimentam no fundo ou em cima da água do aquário. Sempre compre rações de marcas conhecidas e confiáveis, e tenha muita atenção na validade e no armazenamento dessas rações! Elas devem ser guardadas em lugares secos e arejados, pois rações mal armazenadas podem umedecer e serem contaminadas por fungos, bactérias e outros microorganismos patogênicos. Prefira sempre rações de marcas conhecidas como Tetra, Sera, Tropical, Poytara e Alcon Colors, confira mais opções aqui.

Dicas e cuidados na alimentação dos peixes

1 – Horário de alimentação:
Qualquer animal de estimação precisa de um cuidado especial no momento da alimentação e, com os peixes ornamentais, isso não é diferente. Ter um horário de alimentação é importantíssimo. Inclusive, ter uma rotina é ainda mais crucial quando temos várias espécies em um mesmo aquário, já que os hábitos alimentares costumam ser diferentes entre cada espécie. Sempre mantenha disciplina nos horários de alimentação, pois isso pode ser crucial para manter seu aquário saudável como um todo.

2 – Cardápio variado:
Existem peixes que se alimentam de comidas que afundam, enquanto outros preferem alimentar-se na superfície da água. Cada espécie tem ainda hábitos alimentares variados, como os herbívoros e os carnívoros, e ainda os peixes que se alimentam exclusivamente de matéria viva, como o Peixe Vidro. Para garantir uma alimentação correta para todos os peixes do seu aquário, é necessário ter um cardápio bem diferenciado, com mais de um tipo de ração, ainda mais se tiver várias espécies com hábitos diferentes dentro do mesmo aquário, sendo portanto muito importante adequar-se à necessidade de cada animal.

3 – Quantidade de alimentos:
Alguns peixes lentos demoram mais para acessar o alimento, enquanto outros que são nadadores mais eficazes levam vantagem na hora de comer. Pensando nisso, fica fácil perceber que muitos acabam por superalimentar geralmente os mais rápidos e subalimentar os mais lentos. Associado a este problema, geralmente temos o fato de se colocar comida demais no aquário na tentativa de suprir os mais lentos, comprometendo com isso a qualidade da água de nosso aquário.

4 – Tempo total de alimentação:
O tempo para os peixes consumirem todo o alimento não deve passar de 5 minutos, independente do tipo de ração. Todo e qualquer alimento que não for consumido se decompõe rapidamente, levando assim à deterioração da água, comprometendo o pH, e contribuindo para o crescimento de algas e altos índices de amônia. Além de todos esses prejuízos, a ração ainda perde grande parte das suas qualidades nutritivas quando permanece por mais tempo na água. A vitamina C, como exemplo, se dissipa na água com bastante facilidade.

Portanto, a melhor medida é dar pequenas porções alimentares, em média, três vezes ao dia. Assim, os mais rápidos se alimentam primeiro e os mais lentos não passam fome.

Tipos de rações

  • Ração peletizada: Por meio da combinação da umidade, calor e pressão, as partículas menores são aglomeradas, dando origem a partículas maiores. Sua estabilidade na superfície da água deve estar em torno de 15 minutos, o que garante sua qualidade por mais tempo. Esse tipo de ração reduz as perdas de nutrientes na água e diminui a seleção de alimento pelos peixes. Porém, tem um custo de produção mais elevado, quando comparada à ração farelada, o que acaba resultando em um preço final superior aos consumidores.

  • Ração extrusada: A extrusão consiste num processo de cozimento em alta temperatura, com pressão e umidade controladas. Sua estabilidade na superfície da água é bem maior comparada a outros tipos de ração, tornando o manejo alimentar com esse tipo de ração mais fácil e eficiente. Atualmente, tem sido uma das formas de ração mais indicadas para aquaristas.

  • Ração farelada: Os ingredientes deste tipo de ração são apenas moídos e misturados. Sua utilização é recomendada com cautela, uma vez que as perdas de nutrientes são muito grandes, causando não só problemas aos peixes, como também a poluição da água dos aquários. Porém, por terem um processo de produção mais simples, são também mais baratas.

  • Ração em flocos: São aquelas formadas por finas camadas secas e esmagadas do preparo alimentar. Estas rações existem uma imensa variedade e são apreciadas por varias espécies de peixes. Algumas flutuam por mais tempo, enquanto outras afundam mais depressa. Isso depende principalmente de características como textura, tamanho e espessura, sendo importante se certificar destes detalhes através das especificações técnicas de cada marca e produto, comparando com o hábito alimentar dos seus peixes.

 

Fonte: peixeseaquarios.com.br

Leia mais
1 2 3 11
Page 1 of 11