close
SONY DSC

A tração feita por cães tem séculos de existência. Antes da existência do transporte motorizado, várias raças de cães eram utilizadas para ajudar a transportar objetos e mercadorias, como o Rotweiler e o Bernese Mountain Dog. Puxar trenó também sempre foi uma função muito bem executada por cães das raças Husky Siberiano e Malamute do Alaska.

Na verdade os cães gostam de praticar esta atividade, e interpretam como brincadeira. Pelo grande consumo de energia que a atividade proporciona, quando corretamente administrada pode contribuir positivamente para a saúde física e mental dos cães. É importante que a prática ocorra depois do cão ter se tornado adulto, quando a ossatura está plenamente formada. O esforço exigido não deverá ser excessivo (o médico-veterinário pode avaliar o limite recomendável).

É preciso usar peitoral próprio para tração, que é acolchoado e distribui por vários pontos do corpo a pressão exercida pelo peso puxado (peitorais comuns não são adequados para tração).

Para que o cão não crie o hábito de puxar também quando sai para uma simples caminhada, é importante ensina-lo a só puxar a partir de comando (usaremos a palavra “puxa”). Isso pode ser conseguido com o seguinte treino:

  1. Primeiro, é preciso que o cão aprenda a andar sem puxar a guia. Comece a exercitar em casa, simulando caminhadas. Quando ele estiver andando ao seu lado sem puxar a guia, entregue de tempos em tempos um pedaço de petisco (gradativamente, aumente o intervalo entre as premiações). Sempre que a guia for puxada, interrompa a caminhada até o cão se acalmar (com a repetição, ele perceberá que puxar resulta em suspensão do passeio). Quando o cão estiver caminhando sempre ao seu lado em casa, passe a treiná-lo na rua, de preferência em locais calmos.
  1. O seu cão já está caminhando sem puxar a guia? Chegou o momento de apresentar o peitoral de tração para ele. Inicialmente, deixe o equipamento no cão, para que seja feito o reconhecimento. Depois, coloque o peitoral nele com a guia acoplada.
  1. Quando o cão estiver usando o peitoral de tração com naturalidade, faça-o aprender o comando “puxa”. Segure a guia e dê a ordem “puxa”. Incentive o seu aluno a ir para frente jogando uma bolinha. Assim que a guia ficar tensionada, estimule o cão a prosseguir avançando, regulando a tensão da guia para que ele sinta a sensação de estar puxando. A recompensa é pegar a bolinha que foi jogada. Repita o treino até o cão atender sempre ao comando.
  1. Passe a intercalar esse treino com o de caminhar com o cão com coleira e guia. Se, nessa situação, ele puxar, fique imóvel até que ele se acalme. Repita intercalando o treino de “puxa” com o treino de caminhada sem puxar. Essa etapa termina quando o cão só puxar ao receber comando.
  1. Com o “puxa” bem assimilado, o cão estará pronto para fazer tração. Basta você subir sobre um skate ou calçar patins e dar o comando. Já se ele for puxar algo atrelado a ele, como um carrinho, acostume-o antes a ficar nessa situação e quando ele se mostrar há vontade, comande “puxa”. Diversão garantida!!!
Tags : cachorrocachorroscãescomportamentocuriosidadepet
Terra Zoo

Sobre o autor Terra Zoo

Deixe uma resposta