Categorias
Cães Curiosidades

Para ter um cão confiante ao andar nas ruas

Cães na rua e pedestres

Desde os primeiros meses de vida, é recomendado que o filhote tenha contato com pessoas e cães de todos os tipos, caso contrário é provável que desenvolva insegurança e até agressividade nesses encontros. Na faixa etária de dois a cinco meses, até terminar a vacinação, faça a socialização em casa, recebendo convidados, e na residência de amigos, sempre em ambientes limpos e seguros e com cães saudáveis, que estejam com a vacinação em dia.

Aprender a interagir e a interpretar a linguagem canina é fundamental para que o cão consiga, no futuro, se comunicar adequadamente nas interações com cães desconhecidos e se sentir mais seguro.

Medo já adquirido

É possível eliminar medos já adquiridos ou reduzi-los bastante por meio da sensibilização controlada, processo  que pode levar de dois a oito meses, com sessões diárias ou no mínimo, três vezes por semana, de 15 a 40 minutos.

Ruídos assustadores

Coloca-se o cão em contato com o barulho que o atemoriza, no começo com volume bem baixo para não incomodá-lo. Para tanto, utiliza-se uma gravação do ruído (há estrondos de trovão e de fogos, roncos de motocicleta, por exemplo, na internet e em CDs). Sempre que o cão não reagir ao barulho, clique e dê um pedaço de petisco para ele.  Depois de ele se manter calmo por três vezes seguidas, aumente um pouco o som e repita o treino. O exercício avançará gradualmente, até que o medo, não mais se manifeste, mesmo que o som não seja tocado bem alto. Caso, durante a prática, o medo aparecer, retorne á altura de som que não causa reação e prossiga com o treino a partir daí.

Na rua

Se o seu cão tem medo de pessoas ou de outros cães na rua, ou é agressivo, treine-o se manter calmo enquanto a causa da reação indesejável estiver no cenário. Para tanto, poste-se longe o suficiente da pessoa ou do outro cão, de modo que seu cão continue calmo. Ele não deve latir nem rosnar, não pode puxar a guia nem dar sinais de medo ou agressividade (ou seja, ficar arrepiado, franzir os lábios, colocar a cauda atrás das pernas).

Depois de três repetições seguidas em que o seu cão não esboçou reação, aproxime-o mais um pouco do outro cão ou da pessoa e continue a treinar. Sempre que o seu cão mostrar medo ou agressividade para com pessoas ou cães, retome o exercício distanciando-o mais, para que fique calmo e possa ser premiado.

O treino estará completo quando o seu cão se conservar ao lado de pessoas ou cães em dar qualquer sinal de medo ou agressividade. O exercício pode ser praticado com conhecidos (tanto pessoas, como cães).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.