close
gato-e-bebe-3-1280×720

A chegada de um bebê trará novidades para a rotina dos pais e também do seu gato. Os gatos gostam de rotinas, e às vezes oferecem alguma resistência a suas alterações. Ela deve ser preparada de forma progressiva, para que a mudança seja o mais suave possível. Com o tempo tudo se ajusta e todos viverão em harmonia.

  • Leve o seu gato ao veterinário para um check up. Importante efetuar desparasitação interna e externa, e adotar um plano regular de desparasitação daí para a frente, ajustado a nova realidade.
  • Importante expor o gato aos novos cheiros e sons que vão passar a existir com a presença de um bebê, como cremes, toalhas, sons, quarto novo, etc… Uma dica, coloque o creme que vai ser usado no bebê nas mãos e passe a usá-lo como se fosse o seu creme do dia-a-dia, o mesmo com as toalhas, é uma forma simples de expor o gato aos novos cheiros.
  • Caso você identifique distúrbios de comportamento no seu gato, como medo, agressividade, etc… é importante consultar o veterinário na tentativa de solucioná-los. Senão pode-se verificar um agravamento da situação já existente.
  • Lembre-se que muitos dos brinquedos que o bebê irá ter irão produzir sons. Se o seu gato for sensível a sons, acostume-o com eles. Apresente os novos brinquedos do seu filho para que o gato cheire e os conheça; reforce esta experiência com alimento, petiscos ou brincadeira.
  • Mantenha sua rotina dentro do possível, lembre-se de brincar com o seu gato e use itens de enriquecimento ambiental para mantê-lo entretido, será importante posteriormente quando tiver que dedicar parte do seu tempo ao bebê.
  • Caso tenha um boneco com forma de bebê, aproveite para usá-lo nas suas aulas com o bichano, coloque o boneco no colo, como irá fazer no futuro próximo; você poderá vesti-lo e colocar creme, assim como fará com o bebê, desta forma o seu gato passará a se acostumar com estes novos estímulos que passarão a fazer parte da vida dele dentro em breve.
  • Se possível, numa primeira fase, leve do hospital para casa um pano (como toalha ou manta) com o cheiro do bebê. Pode fazê-lo também com o bebê já instalado em casa. Deixe um paninho, toalha ou cobertor com o cheiro do bebê à disposição do seu gato.
  • Procure evitar um ambiente com muitas pessoas no momento em que os apresentar, principalmente se seu gato não é normalmente social.
  • Uma forma de ajudar o seu gato a relaxar na presença do bebê é brincar com ele, desviando a atenção do bebê e fazendo-o relaxar.
  • Tenha as unhas do seu gato cortadas (caso não esteja habituado com o corte de unhas, inicie esta rotina).
  • Faça carinho em seu gato ao chegar em casa, como sempre faria. Se possível só você, sem a presença do bebê, que poderá estar no colo de outra pessoa, por exemplo.
  • Sempre que ocorra uma interação positiva quando o seu gato se aproximar do bebê, ou que o gato demonstre estar relaxado, dê a ele algo que goste como alimento e\ou mimos.
  • Permaneça sempre vigilante quando gato e o bebê estiverem no mesmo espaço.Quando você não puder estar presente, mantenha a porta do quarto do bebê fechada, ou coloque uma grade provisória, que permita que o gato veja o bebê sem que passe para seu espaço.

Dedique tempo ao seu gato e tente manter as rotinas que tinha com ele e dedique-lhe tempo, por mais difícil que seja nesta nova fase da sua vida. Com cuidados adequados, paciência e persistência assim como supervisão, tudo irá correr bem.

Tags : bebêcriançasfelinogato
Terra Zoo

Sobre o autor Terra Zoo

Deixe uma resposta