Categorias
Destaques Pets

Dicas para planejar gastos com o pet

Em tempos de crise, planejar é sempre a melhor alternativa para economizar. Saber quanto o pet custa por mês e no ano é o primeiro passo para saber onde se pode economizar e o que pode estar sendo gasto a mais. Assim, despesas como alimentação, brinquedos, banho, tosa, consultas, vacinas, vermífugos, passeadores (se houver) e outros produtos e serviços devem ser colocados no papel. Lançar todos os valores em uma planilha é uma boa alternativa para ter controle exato dos custos e gastos. Ao ter o controle das datas de vacinas e vermífugos do seu pet, você evita antecipar as datas e ter gastos antes do tempo por isto, ou até em perder o seu cão ou gato por esquecer as datas corretas de vacinação. Ou seja, organização é fundamental.

Pesquisa de preços e estoque

Já que o pet consome sempre a mesma ração, é importante ter uma referência clara desse custo. Como ela compõe a maior parcela do gasto de um tutor, não deixe para comprá-la quando acabar, de última hora. Se sair correndo e comprar na primeira loja que encontrar pode pagar bem mais caro do que o preço habitual. Comparar preços é importante, mas sem abrir mão da qualidade é claro. Não adianta pagar mais barato por um serviço inferior, é o tal barato que sai caro.

Compre brinquedinhos de maior qualidade

Brinquedos são itens que agradam muito nossos pets, então tirá-los da vida deles não é saudável. Compre brinquedos mais duráveis ou fabrique seus próprios brinquedos. Roupas velhas, caixas de papelão, garrafas pet e outros materiais podem ser ótimas matérias-primas para brinquedos criativos e interativos.

Trocar a ração apenas para economizar, nem sempre é uma boa pedida

Ficar atento as promoções de preços de ração é importante, porém é preciso cuidado para não cair em armadilhas. Importante também lembrar que mudar a ração que o seu cão está comendo por outra em promoção, pode resultar em intolerância alimentar, uma vez que cada ração tem sua formula, e a troca brusca de ração pode causar diarreias, mesmo entre boas marcas de ração. Para avaliar se uma promoção realmente vale a pena é preciso que o consumidor tenha a referência de preço dos produtos, marcas e lojas de seu interesse. Isso diminui o risco de ser iludido com falsas promoções.

De olho na saúde

Existem medidas preventivas que não podem ser cortadas dos cuidados básicos com o pet, como vacinação anual e vermifugação. Sem elas, a probabilidade de o animal ficar doente é muito grande. E como se sabe, o gasto com exames, remédios e tratamentos não é baixo. Garantir que o pet tenha uma vida ativa, com passeios, brincadeiras e rotina de exercícios também é importante para que seja saudável. Tais cuidados evitam problemas psicológicos (como ansiedade e compulsões), de comportamento (destruição de objetos) e de saúde, como a obesidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.