close
petisco

O faro é o sentido mais aguçado dos cães. Por isso, vencer desafios guiando-se pelo cheiro pode proporcionar grande entretenimento a esses animais. As raças que foram aprimoradas para se sobressaírem no rastreamento são os sabujos e farejadores, como o Bloodhound, o Basset Hound e o Beagle.

Esconder brinquedos e petiscos pela casa é uma maneira de estimular o seu cão a farejar. Caminhadas ao ar livre e trilhas são ótimas alternativas para proporcionar diversidade de odores. E dentro de casa ou em parques é possível ensinar seu cão a se divertir usando as narinas de uma maneira diferente: achando, pelo nome, uma pessoa escondida. Para ele adquirir essa habilidade, pratique os seguintes passos:

  1. Peça para uma pessoa de casa ficar a cerca de um metro de você e do cão, que estará ao seu lado.
  2. Diga o nome da pessoa como se fosse um comando. Na sequência, a pessoa chamará o cão, atraindo-o com alguns grãos de ração ou com um petisco, que entregará a ele assim que chegar. Repita o exercício várias vezes. Quando o cão estiver realizando corretamente, passe para a próxima etapa.
  3. Diga o nome da pessoa, a qual ficará quieta e não acenará para o cão. Assim que ele chegar nela, ela o recompensará. Quando o cão estiver praticando o exercício sem erros, o nome da pessoa desempenhará o papel equivalente ao de um comando.
  4. Peça para seu ajudante a se afastar mais dois metros e repita o exercício até que o cão pratique fluentemente.
  5. A pessoa se distancia outros dois metros e o exercício é repetido até estar bem absorvido pelo cão.
  6. Agora, segure o cão de modo que ele não veja onde a pessoa está, a qual, em seguida, se esconderá. Quando estiver oculta, diga o nome dela. O cão deverá procurá-la e, assim que a encontrar, ganhará recompensa. Sempre que o acerto acontecer por algumas vezes seguidas, a pessoa passa a se esconder mais longe (a distância aumenta gradativamente de dois em dois metros).
  7. Depois que o seu ajudante estiver se escondendo a 30 metros de distância e o cão conseguir acha-lo sempre, considere-o “diplomado” para brincar de esconde-esconde. Concluído o treino em casa, é possível estender a diversão a parques e praças, locais com muitas distrações para o cão. Comece com a pessoa se escondendo pertinho e vá aumentando a distância gradativamente. Seguindo lógica semelhante, é possível ensinar nomes de objetos ao cão e pedir para ele encontrá-los (uma Border Collie ficou famosa por ter aprendido o nome de mais de mil brinquedos!). Em comparação com o treino para achar pessoa, no exercício para encontrar coisas não há necessidade de ajudante. Diga o nome do objeto, arremesse-o inicialmente a um metro e estimule-o cão a pegá-lo. Quando ele estiver feito isso, você mesmo entrega o prêmio e aproveita para recuperar o objeto. Além de aprender a identificar o objeto pelo nome, o cão aprenderá a trazê-lo de volta. Quando a associação do objeto com seu respectivo nome estiver feita, o cão será capaz de encontra-lo sob comando.

Tags : adestramentocachorrocachorroscãescomportamentocuidadoscuriosidadedicadicaspetraçaraçasSRDterrazoovira-latavira-latas
Terra Zoo

Sobre o autor Terra Zoo

Deixe uma resposta