close
skip

O cão da raça Schipperke, que significa “pequeno pastor”, no dialeto Flemisch, possui um atrativo muito pessoal, tanto pelo seu caráter muito alegre e um pouco petulante, como pela pelagem muito preta e a falta absoluta de cauda. Criado durante longo tempo por muitos barqueiros, que recorrem os rios e canais de Flandres e de Brabante, o consideram um amigo inseparável, guardião valente de barcas e botes, caçador fervoroso dos ratos que tentam alcançar as provisões de bordo e distração e passatempo na solidão dessas viagens tão lentas.

O Schipperke adquiriu grande popularidade a partir de 1888, quando uma autêntica mania contagiou os habitantes da Inglaterra e dos Estados Unidos por este curioso cão sem cauda. Os pedidos chegaram a tal quantidade, que qualquer cão mais ou menos parecido com o autêntico Schipperke era exportado a um preço altíssimo. Isto provocou uma transformação da raça, cujas características étnicas ainda hoje diferem notavelmente de acordo aos países para onde foi levada. Assim encontramos na Inglaterra um Schipperke com olhos redondos e pelagem azul e castanho, enquanto o standard belga exige um olho de forma um pouco ovalada e prescreve rigorosamente uma pelagem absolutamente preta.

Personalidade

O Schipperke é um cão especialmente ativo e curioso. Possui uma enorme vivacidade e alegria, sendo muito frequentemente utilizado como cão de alarme, uma vez que late ao menor sinal de que há alguma coisa errada. Aliás, este é um dos comportamentos que o proprietário deve desestimular desde cedo, para que o Schipperke não se transforme numa máquina de latir. Valentes e determinados são cães que precisam de espaço para atividade e estão sempre dispostos a qualquer atividade.

Apesar do tamanho pequeno, são muito resistentes e especialmente afáveis com crianças. Na classificação de Stanley Coren, em seu livro “A Inteligência dos Cães”, o Schipperke ocupa a 15ª posição, juntamente com o Pastor Belga. Assimila com facilidade os comandos básicos e com grande rapidez os exercícios mais complexos, o que explica o grande sucesso que alguns exemplares obtém nas provas de obediência promovidas pelos americanos.

Sua constituição física, agilidade natural e velocidade, também indicam o Schipperke para a prática do agility. Por sua origem, o Schipperke é um cão bastante apegado aos donos, não sendo, de forma alguma, recomendado deixá-los por longos períodos sem supervisão. Com outros cães pode desenvolver uma relação bastante boa, mas não se deve subestimar o gênio forte do Schipperke.

Outros nomes: Skip, Schip, Spitske

País de origem: Bélgica

Tags : cachorrocachorroscãescuriosidadepetraçaraças
Terra Zoo

Sobre o autor Terra Zoo

Deixe uma resposta