close
DestaquesPets

Dicas para proteger seu pet durante o período chuvoso

Dog Humor winter clothes Chihuahua Animal Party

Alguns cuidados ambientais fazem com que o cão ou gato atravesse o inverno sem maiores complicações.

  • Proteção redobrada: Realize as medidas profiláticas (vacinas e vermífugos) sem atrasos;
  • Sempre quentinhos: Evite que o pet sofra choques térmicos (de local quente para frio e vice-versa), vale também para aquele entra e sai de ambientes com ar refrigerado, no verão. Evitar que o pet fique em locais frios e úmidos;
  • Evite aglomerações: Manter muitos pets no mesmo ambiente facilita a disseminação de doenças;
  • Alimento adequado: Ofereça dietas de qualidade e com necessidades energéticas balanceadas. Escolha o alimento referente à faixa etária animal, pois assim o nível calórico e qualidade de nutrientes são balanceados;
  • No quintal: Os cães que dormem fora de casa devem ter abrigo coberto, seco e aquecido;
  • Passeios alterados: Devem ser mantidos, mais feitos em horários menos frios e em locais secos;
  • Hidratação: Como eles bebem menos água no frio, a hidratação pode ser estimulada com dietas úmidas comerciais aquecidas. Isso minimiza os riscos de formação de cálculos urinários em cães e gatos e desidratações;
  • Pets idosos: Devem ser alvo de maior atenção por sua fragilidade. O uso de roupas e aquecedores ambientais pode minimizar problemas e trazer maior conforto. Esses pets são as maiores vítimas da desidratação, então cuidado redobrado com eles!
  • Roupas: são indicadas quando o animal de estimação se sente confortável em elas ou se possui poucos ou nenhum pelo, como em raças de cão ou gato peladas. Podem ser usadas no passeio. Opte por tecido que não provoque reações alérgicas, e não deixe o pet o dia todo com a roupa. Devem ser retiradas diariamente para a escovação dos pelos e inspeção da pele.
  • Tosas de inverno: As tosas radicais devem ser evitadas nesse período frio, porém as tosas higiênicas e escovações devem ser mantidas;
  • Banho: Só deve ser dado quando necessário, por exemplo, em cães de pelos longos que, por algum motivo, ficaram na chuva ou se sujaram. Nesses casos os banhos devem seguir regras como água em temperatura agradável, ambiente aquecido, sem trocas térmicas abruptas e secagem do pelo completa a fim de evitar que fiquem úmidos.

Importante observar diversos fatores como:

  • Resposta individual do sistema imune;
  • Condição corpórea, ou seja, animais obesos ou muito magros reagem menos a doenças;
  • Qualidade da alimentação, pois bons alimentos estimulam o sistema imune a melhores desempenhos;
  • Idade, já que jovens que ainda estão em fase de produção de anticorpos, idosos e debilitados por outras doenças tendem a apresentar maior gravidade de sintomas;
  • Profilaxia adequada (vacinas e vermífugos) é uma importante aliada na resposta orgânica do pet;
  • E, sobretudo, a capacidade do tutor de reconhecer o problema o quanto antes e levar o pet ao veterinário, a fim de iniciar tratamentos necessários rapidamente;
    Desse modo, a melhor forma de prevenir as doenças do inverno é seguir as recomendações de alimentação e protocolos de saúde indicados pelo seu veterinário.
Tags : cachorrocachorroscãescuidadosdicagatopet
Terra Zoo

Sobre o autor Terra Zoo

Deixe uma resposta