close
cães ativos 3

 

Alguns cães são verdadeiros atletas. O seu sistema nervoso, órgãos sensoriais e musculatura coordenam-se de tal modo que pode efetuar verdadeiras proezas físicas. A capacidade física de um cão é no mínimo surpreendente. Um animal que tenha uma vida diária sedentária pode passar um fim de semana inteiro a correr no campo, sem lhe observarmos sinais de cansaço. Realmente, na vida cotidiana é quase impossível distinguir entre um cão verdadeiramente atlético e um outro com uma vida sedentária, dado que a sua capacidade física é notoriamente superior à nossa.

Não devemos confundir um cão ativo com um cão com desequilíbrio nervoso. O primeiro animal que pela sua constituição física está capacitado para efetuar ações onde é necessária velocidade, agilidade, rapidez de reflexos, por exemplo, o Boxer, o Podengo ou um Terrier. O segundo é um animal com um certo equilíbrio emocional, impressionável, emotivo, que se altera com relativa facilidade perante estímulos insignificantes, por exemplo, um cão que se assusta quando ouve um ruído estranho à noite ou perante qualquer estímulo sonoro.

 

 

Raças como o Boxer ou Fox Terrier são frequentemente consideradas “demasiado nervosas”, quando acima de tudo são cães de trabalho, apaixonados por exercício, que precisam e gostam de espaços amplos, onde possam expandir essa sua paixão.
Quem possui um Boxer jamais o vê envelhecer e seu caráter pode ser descrito como: vitalidade, alegria jovial, carinho, apego à família e um constante desejo de movimento e jogo.

 

 

O Fox Terrier é outra raça que secularmente ganhou o título de nervosa. É um cão valente, nascido há mais de um século para a raça e tocas, onde entra sem hesitações. A trabalhar debaixo de terra, este cão atua sem comunicar com o proprietário, sendo que uma das primeiras características de temperamento selecionadas foi à independência, que produziu um cão sem sentido claro de hierarquia, dificultando a sua convivência com outros cães.

Outra característica é o seu ladrar, pois estes ladram ao sentir-se minimamente excitados. A sua voz anunciava a presença de uma caça na toca. Assim, foram selecionados cães de boa voz com o habito de ladrar. Atualmente, o Fox Terrier, mesmo criado para companhia, embora se tenham muitas gerações sem caçar, é ladrador e barulhento como os seus antecessores. Mas é justo rotular de nervoso um cão que segue simplesmente as normas de condutas que lhe foram incutidas durante dezenas de anos? Sem dúvida que não. Para os cães ativos, ação é o melhor remédio, passeios, caminhadas e brincadeiras vão deixá-los mais calmos, pode ser também uma oportunidade para você se exercitar junto e manter a forma.

 

Tags : cachorrocachorroscãescuriosidadedicadicaspet
Terra Zoo

Sobre o autor Terra Zoo

Deixe uma resposta