close
aves450

A primavera, além de ser a estação das flores, é a estação de fertilidade das aves. Nessa época, a ovulação e consequente postura são estimuladas pelo aumento de luminosidade (foto período) decorrente dos dias mais longos, típicos da estação, e independentemente de haver macho para a fertilização. Na natureza, a maior disponibilidade de sementes, frutas e insetos, outra característica dessa época do ano, contribui para dar esforço nutricional à ave. De outra parte, quem se dedica à medicina desses animais observa um acúmulo de problemas relacionados com o período produtivo, principalmente nos exemplares de sexo feminino criados em ambientes domésticos.

Luz em excesso

Em locais com iluminação artificial é comum que as aves sejam mantidas em ambiente iluminado durante a noite, o que resulta em estímulo sexual – ovulatório constante. Casos de Calopsitas fêmeas com 15 ovos no ninho, quando o normal para espécie é colocar de quatro a sete ovos. Desempenho como esses são capazes de deixar qualquer galinha com inveja, mas, infelizmente, a postura excessiva é apenas a ponta do iceberg. Junto com ela vem o esgotamento físico e a diminuição das reservas de cálcio no organismo, com várias decorrências negativas.

Nutrição fraca

No período de postura, cresce a necessidade de proteínas. Um dos motivos é o maior nível de atividade da ave porque os dias serão mais longos, seja pela ação da natureza, seja pelo excesso de iluminação artificial. Há ainda a necessidade de nutrientes extra, principalmente de cálcio, para suprir o maior consumo do organismo sobrecarregado pela produção dos ovos.

Mesmo aves criadas em condições ideais precisam de suplementação nessa fase. Na realidade, infelizmente, muitas pessoas continuam insistindo em alimentar sua ave a base de mistura de sementes, como de girassol, alpiste e painço, que tem gorduras demais e nutrientes de menos. Sem controle do foto período e sem dieta adequada, a tendência é que os problemas reprodutivos ocorram em cadeia.

Reproduzir bem

Entre as providências mais importantes para evitar que as aves desenvolvam doenças na fase da postura, uma é colocá-las para dormir ao anoitecer, em ambiente escuro. Outra é fornecer alimentos com todos os nutrientes necessários para suprir as necessidades conforme a fase em que a fêmea se encontra, seguindo orientação dada pelo médico veterinário. Normalmente, a composição das dietas balanceadas é formada principalmente por rações extrusadas e farinhadas de boa qualidade.

Ovo preso

Problema frequente na rotina clínica é a hipocalcemia, ou seja, esgotamento de cálcio no organismo. Essa carência deixa as cascas dos ovos mais finas e flexíveis, o que, geralmente, torna os ovos maiores. Por conta disso e pela falta de contrações musculares adequadas no oviduto (outra consequência da hipocalcemia), a ave passa a ter dificuldade para completar a postura e pode sofrer retenção de ovo. Quando isso acontece, é preciso fazer o ovo sair. O tratamento veterinário adequado vai desde reposição nutricional até cirurgia se o ovo estiver com o tamanho acima do normal ou aderido ao oviduto.

Tags : avespet
Terra Zoo

Sobre o autor Terra Zoo

Deixe uma resposta