close
AvesDestaques

Diversão com segurança para suas aves

aves

Os brinquedos são peças importantes na vida das aves, pois funcionam como estímulos mentais que ajudam a passar o tempo e tornam o dia menos tedioso. Além disso, quando o objeto condiz com alguma necessidade delas, lhes dá a oportunidade de expressar comportamentos naturais.

Oferecer brinquedos à ave que fica solta dentro de casa é uma forma de ensiná-la a direcionar o potencial destrutivo do bico para o lugar certo. Porém, todo cuidado é pouco no momento da escolha do melhor acessório para ela. A seguir, listamos os principais cuidados que devem ser observados antes de optar por um ou outro brinquedo para as aves.

Nada de couro

Evite brinquedos feitos com couro. Se você soubesse quantos produtos químicos são empregados no processo de curtição do couro, talvez nem encostasse a mão na sua própria carteira, quanto mais deixar sua ave colocar na boca esse tipo de produto.

Teste os metais

Se, ao entortar com a mão um brinquedo de metal, sair farelo prateado ou dourado, não o leve para casa. O folheado metálico que o recobre pode intoxicar a ave.

Cordas e cordões: cuidado redobrado

Cordas e cordões são fontes intermináveis de dores de cabeça. Se a corda for muito fina, pode estrangular a ave ou se enroscar em algum membro dela e causar gangrena, quebra ou amputação. As cordas grossas, por sua vez, podem soltar fiapos que, eventualmente, causem os mesmos problemas das cordas finas. Quando os brinquedos forem feitos com cordas, lembre-se de conferi-los diariamente e queimar os fiapos, para evitar acidentes.

E os guizos?

Eles também estão na lista dos objetos proibidos. Os guizos são sininhos utilizados para pescaria e que algum gênio decidiu que seriam bons brinquedos para aves. Mas, na verdade, podem encaixar no interior do bico dos papagaios, por exemplo.

Corante, não!

Já deve ter notado que sua ave leva quase tudo para o pote de água, não é? Assim, evite oferecer a ela brinquedo pintado, pois ao levar pedaços do objeto para o pote, a diluição da tinta poderá contaminar quimicamente a água que ela bebe. Certifique-se sempre, portanto, de que a coloração do objeto não tenha sido obtida por pintura, como ocorre com algumas miçangas. O ideal é que a coloração dos brinquedos deva ser fundida no processo de fabricação, nunca obtida por meio de pintura.

Cuidado com o tamanho

Assegure-se de que o brinquedo tem indicação do fabricante de adequação para o tamanho da ave. Pedaços de brinquedos podem ser muito prejudiciais, como é o caso das miçangas que, as Araras, por exemplo, conseguem quebrar.

Brinquedo ideal

Para se livrar de problemas, procure brinquedos de madeira natural, com a comercialização certificada pelo Ibama, sem couro, com componentes de metal seguros e miçangas resistentes e coloridas de maneira correta. Cuidado com as cordas e, sobretudo, tire os guizos!

Reforço positivo

Lembre-se de que os brinquedos, além de serem fontes inesgotáveis de prazer e reforço positivo para as aves, facilitam experiências positivas com a família humana. Usados sabiamente podem ser úteis também para treinar, como substitutos dos petiscos. Todos os animais procuram prazer e diversão. Cabe a você procurar proporcionar sempre acontecimentos bons para os animais dele.

Tags : avescuriosidade
Terra Zoo

Sobre o autor Terra Zoo

Deixe uma resposta