close

Gatos

CuriosidadesGatosRaças

Quer saber mais sobre gatos? Confira essas curiosidades

Cat looking at the window

Eles são animais misteriosos e, ao mesmo tempo, companheiros, e fazem parte do cotidiano de muitas pessoas. Gatos têm muito mais curiosidades do que se pode imaginar.

O número de gatos nos lares brasileiros é crescente, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já são mais de 22 milhões de felinos presentes nas residências, quantidade duas vezes maior do que em 1996. Mas, mesmo com esse aumento na popularidade, muitas pessoas ainda possuem inúmeras perguntas e curiosidades sobre gatos.

Conhecidos por serem animais independentes, os felinos domésticos têm atitudes próprias e conquistam muitos humanos por conta disso. Apesar da grande maioria ser SRD (sem raça definida) e precisar de cuidados como todo pet merece, algumas raças precisam de cuidados muito especiais, como os gatos sem pelo. Além disso, todo tutor deve ter uma preocupação especial com a higiene do ambiente, alimentação, interação e cuidados médicos, independente da raça.

Confira algumas curiosidades sobre gatos:

  • Os gatos têm campo de visão de 185º e não conseguem enxergar bem nem cores nem pequenos detalhes. Em compensação, eles possuem a habilidade de enxergar mesmo quando o ambiente tem pouca luz;
  • Os gatos e gatas tem 11,6% mais ossos do que qualquer pessoa e 10% desses ossos estão presentes em sua cauda, que é a responsável pelo equilíbrio do felino;
  • Esses animais são conhecidos por sua habilidade em pular, afinal, eles sempre caem em pé e se safam de problemas maiores por conta disso. No entanto, o que muita gente não sabe é que eles podem saltar nada mais nada menos do que 5 vezes de sua altura;
  • O maior gato do mundo mede nada menos do que 122 centímetros do focinho até a ponta da cauda e é da raça Maine Coon;

  • O menor gato do mundo tem apenas 19 centímetros da cauda ao focinho e só 7 centímetros de altura, o nome dele é Mr. Peebles;
  • A gata Missi, da Finlândia, é dona do maior bigode do mundo, com 19 centímetros de comprimento. Sim, o mesmo tamanho do menor gato do mundo;
  • Os felinos passam mais de 1/3 do dia se lambendo e limpando cada pedaço de seu corpo como garantia da higiene;
  • Gatos não possuem glândulas sudoríparas, por isso, os bichanos suam pelas patas, o que também explica o fato de eles adorarem ficar com as patas para cima em dias de muito calor;
  • Um gato pode ter 12 sensores em seus bigodes;
  • Cada gato pode emitir nada menos do que 100 tipos diferentes de som, item 10 vezes maior do que os cachorros;
  • Existe uma raça de felinos resistente à agua. São os Van Turco, que tem uma pelagem diferente, resistente à água e que faz com que esses animais amem tomar banho. Isso porque só eles conseguem isolar o calor de seus corpos quando molhados;
  • Os gatos são tão sensíveis que conseguem perceber um terremoto com 15 minutos de antecedência. Talvez seja por isso que os japoneses são apaixonados pelos bichanos;
  • Os felinos podem alcançar a velocidade de até 49 km por hora;
  • Os gatos roçam em seus donos não porque gostam muito deles, mas sim porque essa é uma das formas encontradas para marcar território;
  • No Egito, os gatos eram vistos como divindade e a maioria dos faraós era retratada sempre com seus companheiros de 4 patas;
  • Os felinos têm uma habilidade bem curiosa: conseguem rodar suas orelhas em até 180º.

Essas são apenas algumas das curiosidades sobre gatos. Se você tem um bichano em casa e adora vê-lo se divertir, confira aqui algumas opções de brinquedos e jogos interativos para seu gatinho.

Fonte: Canal do Pet – iG

Leia mais
CãesGatos

Participe do Pet Mommy, neste domingo, dia 7

petmommy

Mãe de Pet também é Mãe! E por entender o amor incondicional dessas mães é que o projeto Mutirão de Doação de Ração e a ONG Amada, em parceria com a Terra Zoo, prepararam uma programação muito especial para homenagear as mães de pets!

Será neste domingo (07/05), a partir das 8h, até às 13h, na Terra Zoo da Forquilha.

Programação:
✔Bazar
✔Venda de Lanches Deliciosos
✔Feirinha de Adoção
✔Concurso “Tal mãe tal Filho”
✔Música ao vivo com Ronnie Duarte

Leve o seu pet e toda a família!

No Concurso “Tal Mãe Tal Filho”, as mamães de pets podem se fantasiar junto com seus filhos para um desfile muito bacana! Se não tiver fantasia, não tem problema! Toda mamãe de pet será bem-vinda no concurso! Os mais criativos e desenvoltos ganharão brindes muito bacanas oferecidos pela Terra Zoo! A inscrição será realizada na hora.

Além do concurso, todas as mamães e seus pets ganharão um certificado de maternidade impresso na hora! No Pet Mommy, também haverá um espaço para fotos com fotógrafo exclusivo!

E não esqueça, que se for adotar um pet, precisa atender alguns critérios:
✔Doação de 3kg de ração para cães ou gatos que serão direcionados às ONGs para o cuidado de outros animais (somente pacote lacrado/ não pode ser ração a granel);
✔Ser maior de 18 anos;
✔Apresentação de RG e comprovante de residência.

•Todos os interessados passarão por uma entrevista com voluntários.

Toda renda da venda do bazar e lanches será revertida para a AMADA – Associação Maranhense em Defesa dos Animais e Projeto Mutirão de Doação de Ração.

Participe do Pet Mommy na Terra Zoo da Forquilha! É neste domingo!

Leia mais
CãesGatos

Está planejando viajar de avião com seu cão?

1-1-transporte-aereo

As companhias aéreas têm regras muito específicas para o transporte do seu melhor amigo. Saiba o que é necessário.

Cães: Eles também podem voar

Tratados como integrantes da família, os cães tornaram-se companheiros dos donos até nas viagens aéreas. Grande parte não abre mão de ter a companhia do seu amigo na hora de viajar,  mesmo podendo deixá-los em hotéis especializados para cães, ou com alguma pessoa de confiança. A decisão é justificável, uma vez que os cães apegados a seus donos, podem sentir falta deles, gerando apatia, tristeza e falta de apetite. Sem falar que levar o mascote na viagem pode ser bem divertido.

Se o seu pet vai viajar, e o meio de transporte escolhido for o aéreo, algumas recomendações devem ser seguidas. Por exemplo, é preciso reservar com antecedência e observar várias normas com as companhias aéreas. Cada companhia tem as suas, e elas podem mudar de tempos em tempos, portanto, convém sempre entrar no site de cada empresa e seguir as determinações do momento. Umas aceitam cães na cabine, desde que sejam observados alguns pontos, como idade, peso do animal e especificações do container. Outras, no compartimento de cargas, desde que obedecidas as normas para esta situação.

1-1-aviao-com-caixas           1-1-transporte-dentro-da-aeronave

É importante lembrar, que a maioria das companhias aéreas não transporta raças braquicefálicas ( cães de focinho curto, como bulldogs ou pugs, por exemplo ) por causa do risco de terem problemas respiratórios durante os voos. No Brasil, a TAM é a única que aceita todas as raças, mas só transporta as braquicefálicas no porão de carga, em vôos noturnos, quando a temperatura no horário do embarque e desembarque ainda está amena.

Algumas companhias aéreas aceitam o transporte de cães de pequeno porte ou filhotes em bolsas flexíveis, que lembram sacolas, dentro da cabine, desde que obedeçam as especificações determinadas pela cia aérea.

Tanto quando o cão viajar dentro da cabine, ou no porão de cargas, é necessário solicitar a reserva com alguns dias de antecedência, e aguardar o retorno da companhia aérea, informando se sua solicitação foi aceita ou não. Algumas companhias têm restrição quanto a quantidade máxima de animais viajando ao mesmo tempo no compartimento de bagagem.

Se a viagem for internacional, também é importante conferir as regras gerais para entrada de animais no país do destino. Para viajar com cães para a União Europeia, o animal precisa ter microchip eletrônico, e destinos como o Reino Unido, Irlanda, Suécia e Malta, impõem condições sanitárias adicionais, que devem ser consultadas junto às companhias aéreas ou consulados, bem antes do embarque, para que as devidas providências sejam tomadas. Vacinas e atestados de saúde veterinários também são necessários.

Além disso, alguns cuidados com os cães também devem ser observados. O transporte de animais requer alguns cuidados: E recomendado não alimentar o animal por cerca de 6 a 8 horas antes do embarque. Os animais devem ser transportados em containers de fibra ou plástico resistente, com tamanho suficiente para que possam ficar em pé e efetuar o movimento de 360 graus em seu interior. Deve haver compartimento para água e o piso deve estar forrado com material que absorva os dejetosNa Terra Zoo,  podem ser encontrados containers de todos os tamanhos para o transporte seguro e confortável do seu cão, assim como bebedouros.

 1-1-transporte-aereo

 

A seguir, alguns documentos necessários para o embarque do seu cão, convém sempre consultar as companhias bem antes do embarque, uma vez que as exigências podem mudar de tempos em tempos:

Documentos necessários

Assim como você, seu pet deve apresentar alguns documentos para viajar. Um deles é o comprovante de vacinação contra raiva. A vacina é obrigatória para animais com mais de três meses de idade e deve ter sido aplicada há mais de trinta de dias e tem validade de pelo menos de um ano. Outro documento é o certificado de inspeção veterinária, ou atestado de saúde, como também é conhecido. Para ter validade na hora do embarque, o documento deve ser emitido no máximo dez dias antes da viagem.

Dicas extras

– Não viaje com fêmeas em fase de gestação, pois a movimentação pode assustá-las;

– Não viaje com animais muito novos ou muito idosos, pois ambos requerem cuidados mais especiais.

– Se o cãozinho tiver embarcado com você na cabine, durante as escalas, deixe que ele caminhe um pouco para que possa gastar energia, possa se movimentar um pouco depois de um longo período parado e fazer suas necessidades fisiológicas em um local adequado.

– Algumas raças de cães e gatos possuem restrições, como animais de focinho curto, chamados braquicefálicos.  Por apresentarem dificuldade em manter sua temperatura corporal os animais braquicefálicos sofrem restrições na maioria das companhias aéreas.

– A temperatura também é um fator de restrição de transporte de animais. Viagens a regiões com temperaturas muito extremas não são recomendadas, esteja atento à época do ano na qual realizará a viagem, bem como o horário do voo e as temperaturas nos locais de saída e de chegada.

– De modo geral, a caixa de transporte precisa ser resistente, bem ventilada, com tamanho adequado ao animal ( para que ele consiga dar uma volta completa em torno de si), não pode abrir facilmente, a porta não pode estar trancada com cadeado ou lacre, deve haver um pote acessível por fora para o fornecimento de água, deve estar forrada com material absorvente ( jornal, por exemplo), mas sem outros objetos soltos, deve ter alças, não pode ter rodas.

Além do transporte, é necessário pesquisar hotéis que aceitam animais, restaurantes e locais de visitação que dêem acesso livre a animais de estimação. Levar seu animal de estimação para viajar dá algum trabalho, mas com certeza valerá a pena. É sempre muito divertido viajar na companhia de um grande amigo, e o seu melhor amigo com certeza vai tornar a sua viagem mais divertida.

 

Veja alguns modelos de caixas de transporte para seu AUmigão:

• Bolsas e Caixas de Transportes para Cães

Leia mais
1 2 3
Page 3 of 3